Jeferson Bertolini

Doutor em Ciências Humanas (PPGICH/UFSC)

http://lattes.cnpq.br/3155512474605259
Artigos Publicados:
A alimentação na tela da TV: um novo ponto para o biopoder regular nossas vidas?

Resumo

Este artigo apresenta resultados de pesquisa sobre o tema alimentação no discurso do
programa Bem Estar, da Rede Globo, e no cotidiano do público (entendido aqui como
conjunto heterogêneo de indivíduos de uma população). O trabalho usa análise de
conteúdo (para apurar o que diz o programa sobre alimentação) e observação
participante em supermercado e academia de ginástica (onde as pessoas compram
alimentos e exercitam o corpo, respectivamente). O objetivo do texto é analisar o tema
alimentação no âmbito do biopoder (técnica de poder que busca produzir corpos
economicamente ativos). O artigo conclui que a alimentação, por ser um
dado natural (do indivíduo) e universal (da espécie), desponta como novo ponto de
intervenção do biopoder sobre a sociedade. Novo porque o sexo já se prestou a isso. A
TV, a tratar do tema alimentação, amplifica este poder de intervenção.
Palavras-chave: Biopoder; Mídia; Alimentação
http:// https://revistas.ufpr.br/acaomidiatica/article/view/62801
—————————————————————————————————-

O fetiche do produto saudável na TV: distinção pela alimentação

 

Resumo
Este artigo apresenta resultados de pesquisa sobre o fetiche acerca dos produtos
saudáveis. O objetivo é mostrar como esses produtos são apresentados em programa de
TV sobre saúde e bem-estar e como o público, entendido aqui como um conjunto
heterogêneo de indivíduos expostos a esses programas de maneira direta ou indireta,
percebe o fetiche da mercadoria. O trabalho usa análise de conteúdo de programa de TV
e observação participante em supermercado e academia de ginástica. O manuscrito
conclui que programas de TV sobre saúde criam um fetiche acerca do produto saudável
e que o produto saudável seduz, pode frustrar e distingue cidadãos.
Palavras-chave: Televisão. Saúde. Fetiche. Corpo
http:// https://casperlibero.edu.br/wp-content/uploads/2018/11/A-
distin%C3%A7%C3%A3o-social-pela-alimenta%C3%A7%C3%A3o-um-estudo-sobre-
o-fetiche-do-produto-saud%C3%A1vel-no-jornalismo-de-TV-e-no-cotidiano-
p%C3%BAblico.pdf
————————————————————————————————————-

A nutricionalização da vida na tela da TV

 

Resumo
Este artigo apresenta resultados de pesquisa sobre a participação de nutricionistas em
programas de TV sobre saúde e bem-estar. O objetivo é mostrar como os nutricionistas
são apresentados nesses televisivos e como o público (entendido aqui como um
conjunto aleatório de indivíduos expostos a esses programas de maneira direta ou
indireta) percebe a figura do nutricionista. Este trabalho analisa a questão pela ótica do
biopoder (forma indireta de governar a vida, iniciada no século 17, que busca aumentar
as potencialidades físicas da população para produzir corpos economicamente ativos). O
trabalho usa análise de conteúdo, observação participante e questionários. O manuscrito
conclui que a TV, ao dar visibilidade aos nutricionistas, colabora com o projeto do
biopoder de construir corpos economicamente ativos e efetiva a nutricionalização da
vida (ocorre quando a nutrição se apropria da vida cotidiana e passa a
construir conceitos, costumes e comportamentos sociais).
Palavras-chave: Nutrição. Televisão. Biopoder
http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/triade/article/view/3246