Caroline Soares

Caroline Soares de Almeida

Doutora em Antropologia Social

http://lattes.cnpq.br/0748187291774827

almeidacarol@yahoo.com

Cidades sustentáveis: experiências populares de economia circular e a Agenda ONU

Experiências em gestão comunitária de resíduos orgânicos de baixo custo, como a compostagem termofílica, têm se mostrado bastante eficazes, seja na diminuição de impactos ambientais causados pela deposição desses rejeitos no meio ambiente, ruas e aterros sanitários, seja na melhora da qualidade de vida das populações atingidas. Desde 2008, o Projeto Revolução dos Baldinhos (PRB) tem utilizado dessa técnica para evitar o descarte indevido de resíduos orgânicos nas ruas da comunidade da Chico Mendes, em Florianópolis (SC). Em 2011, a iniciativa ganhou o certificado de Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil, sendo reaplicado em diferentes cidades brasileiras. A iniciativa comunitária é pioneira na América do Sul e os resultados obtidos têm estimulado outras localidades do país. Paralelamente a isso, a Holanda apresenta-se como o segundo país da Europa na reciclagem dos resíduos orgânicos, sendo 28% do lixo doméstico destinado a compostagem. Porém, para além dos programas oficiais, previstos na legislação da União Europeia e executados pelo Estado holandês, diferentes ações são promovidas por grupos autônomos, como o coletivo Taste Before You Waste.  Esta pesquisa caracteriza-se por um estudo comparativo entre modelos de gestão autônomas de resíduos sólidos orgânicos que envolvam atividades de reaproveitamento/reciclagem de restos alimentares nos Países Baixos e no Brasil.