Edital Galeria da Ponte – Inscrições até 20 de março

09/02/2012 15:19

O NAVI – Núcleo de Antropologia Visual e Estudos da Imagem – abre inscrições para seleção de exposições na Galeria da Ponte, localizada no prédio do Centro de Filosofia e Ciências Humanas – CFH/UFSC, no período de março a dezembro de 2012.

A Galeria da Ponte é um espaço destinado a exposições fotográficas provenientes do trabalho de campo de pesquisadores.

1. DA INSCRIÇÃO

1.1. O período de inscrição será de 01 de dezembro de 2011 a 20 de março de 2012.

1.2. Os interessados em participar devem encaminhar o material contendo:

– texto descritivo da exposição;

– fotografias (até 20 imagens, no tamanho máximo de 20x25cm. Na inscrição serão aceitas fotos digitalizadas, que deverão ser impressas uma vez selecionada a exposição;

– respectivas legendas;

– duas imagens em alta resolução (300 dpi) para fins de divulgação

para NAVI/CFH – Núcleo de Antropologia Audiovisual e Estudos da Imagem, Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Campus Universitário – Florianópolis/SC, CEP 88040-970

aos cuidados de Marina Moros

Matias Godio lança livro FUTBOL Y SOCIEDAD

15/12/2011 11:10

FUTBOL Y SOCIEDAD

Matias Godio y Santiago Uliana (orgs.)

Editado em Buenos Aires por EDUNTREF, a editora da Universidad nacional de Tres de Febrero

Distribuido por PROMETEO LIBROS

Presentación de los organizadores

Prólogo de José Garriga

1. Fronteras y zonas en la circulación global de los jugadores brasileños de fútbol

Carmen Silvia Rial

2. Mentalidad, nacionalismo y estilo en el fútbol mexicano

Arturo Santamaría Gómez

3. Identidades y rivalidades. Reflexiones desde la Copa Libertadores de América

Santiago Uliana

4. Los clubes de fútbol y sus dirigentes. Un campo de fuerzas de las formas experimentales del poder y la política en Argentina

Matias Godio

5. Debates en torno a la inclusión de nuevas tecnologías en el fútbol

Santiago L. Nogueira

6. Dolor y cuerpo en el fútbol: una etnografía del mundo vivido en un centro de entrenamiento de un club brasileño

Fernando Bitencourt

7. Radiografía de la violencia en el Fútbol. Dinámica y desplazamiento de los enfrentamientos en que suceden las muertes en la Argentina

Sebastian Sustas

8. El Fútbol de luto. Análisis de los factores de muerte y violencia en el fútbol argentino

Diego Murzi, Santiago Uliana y Sebastián Sustas

9. Una sociología del fútbol en Brasil

Mauricio Murad

10. Las ciencias sociales y el fútbol: esbozo de una relación

Daniel Sazbón

NAVI promove Workshop com Glaucia de Oliveira Assis

05/12/2011 17:26

 

O evento faz parte das atividades do projeto, Migrações e Mobilidades Contemporâneas: Gênero, Trajetórias e Estilos de Vida (NAVI- UDESC), coordenação Glaucia de Oliveira Assis, (FAED -UDESC) vinculado ao Projeto de Rede de Pesquisa: Migrações no Brasil Contemporâneo : Fluxos, Processos Sociais e Gênero sob a Coordenação de Sidney Antonio da Silva (UFAM ).

Ocorrerá nesta sexta-feira, dia 9, às 14:30hrs na sala 111 do Departamento de Antropologia – CFH.

 

Navista Wagner Camargo dá palestra em Paris

04/12/2011 11:42

Less gay, more queer: LGBT sports competitions under critical approaches/Moins gay, plus queer : une approche critique des compétitions sportives LGBT é o titulo da palestra que Wagner Cmargo fez num importante encontro sobre Esporte e Sexualidade. O tema da sua fala é o mesmo da tese de doutorado, no PPGICH, a ser defendida em final de fevereiro proximo.

Veja o programa completo em:

Prof. Carmen em Coloquio em Paris com antropólogos brasileiros e franceses

26/11/2011 12:17

Professores reunidos

O Coloquio do Programa Saint-Hilaire reuniu antroplogos, socilogos, economistas e historiadores brasileiros e franceses que tem projetos financiados pelo programa ou que foram convidados para dividirem a mesa com colegas do outro pais. Da UFSC participaram Carmen Rial e Miriam Grossi, a primeira falando sobre sua pesquisa sobre a circulacao de jogadores brasiros de futebol e a segunda sobre a circulaçao de ideias entre a França e o Brasil. O Coloquio foi financiado pela CAPES e pelo CNRS.

Programa Saint Hilaire

NAVIsta Alex Vailati lança livro “Um refugio dá exclusão”

21/11/2011 14:11
Vailati, Alex (org), 2011, Um rifugio dall’esclusione. L’accoglienza non istituzionale dei
richiedenti asilo a Torino (Um refugio dá exclusão. Acolhimento não institucional dos
requerentes de asilo politico em Turim, Itália), Torino, L’Harmattan Italia.

Sinopse:
Entre 2007 e 2009 um grupo de requerentes de asilo político, com a ajuda de associações,
ativistas e cidadãos, ocuparam alguns prédios no território da municipalidade de Turim: isto foi
uma resposta à difícil situação habitacional de muitas pessoas estrangeiras, que não possuíam
um lugar para morar.

O percurso de estudo e pesquisa apresentado neste livro, começa destes fatos. São pesquisas
nascidas em primeiro lugar das experiências de participação e militância (em relação à falta
de intervenção das instituições), que analisam os dispositivos de ajuda propostos pelos entes
públicos e pelo privado social. Em segundo lugar, são apresentadas algumas experiências de
acolhimento não institucional. Aqui, movimentos políticos, cidadãos e requerentes de asilo
afrontaram junto um percurso de mobilização politica. Se o objetivo inicial era responder a
uma emergência habitacional, os resultados da pesquisa permitiram refletir amplamente sobre
a desconstrução das categorias de refugiado político e requerente de asilo.
Sobre o autor:
Antropólogo, tem doutorado em Antropologia e Etnologia pela Università degli Studi di
Torino (Itália). Desde 2005, depois de uma pesquisa sobre os refugiados políticos africanos na
Itália, começou a trabalhar na África meridional, principalmente na África do Sul (KwaZulu-
Natal) e Moçambique (Zambesia). Atualmente é pós-doutorando na Universidade Federal de
Santa Catarina, onde desenvolve uma pesquisa sobre o papel dos jovens em comunidades de
pescadores da Ilha de Florianópolis (Santa Catarina).

                

NAVIstas na Mostra do Filme Etnografico do RJ

19/11/2011 14:20

Carmen Rial, Miriam Grossi e Rafael Devos, tiveram seus filmes selecionados para a 15a Mostra Internacional do Filme Etnografico, no Rio de Janeiro, que é o principal festival de filmes etnográficos do país, reunindo cineastas brasileiros e estrangeiros. Os seres da Mata, de Rafael Devos (27’ Mbyá-Guarani e Port/Leg Port) foi exibido no sábado, dia 19 eDjero encontra Iketut em Bali, de Carmen Rial e Miriam Grossi (11′ Ingles, Balines e Port/Leg Port), será exibido no dia 22, no cinema do Museu da República, as 16hs.

 

Em Os seres da mata o jovem cacique Vherá Poty apresenta as imagens dos “bichinhos” e as narrativas mito-poéticas dos velhos em torno dos modos de criar, fazer e viver a cultura guarani, expressos na confecção, no trançado e na produção de esculturas em madeira dos seres da mata: onças, pássaros e outros “ parentes”. “Esta camera vai funcionar como um olho e o ouvido de todos os que estão atrás dessa câmera, ela vai ser uma criança que vai estar escutndo a fala dos meus avós”.

 

Djero encontra Ikeut em Bali   é uma história do encontro em Desa Bayung Gedé, nos passos da antropóloga norte-americana Margaret Mead, cujas pesquisas em Bali sao um marco para a Antropologia Visual. O filme mostra o encontro entre dois balineses que habitam mundos muito diversos: Djero, um chauffeur em um hotel, acostumado com o intenso fluxo de turistas na Ilha, e Iketut, agora um senhor de mais de 70 anos, morador do pequeno vilarejo nas montanhas estudados por Mead e Bateson e que foi protagonista de um dos seus filmes. Um encontro que foi um “lucky accident”, como diria Mead.

 

Carmen Rial e Rafael Devos, pesquisadores do NAVI, estarão oferecendo uma disciplina de Antropologia Visual no PPGAS/UFSC no próximo semestre.

Veja mais em http://www.mostraetnografica.com.br/

http://issuu.com/diegomadias/docs/15a_mostra_-_cat_logo?mode=window&backgroundColor=%23222222

mais informações com rafaeldevos@yahoo.comrial@cfh.ufsc.br e miriamgrossi@gmail.com

Defesa de Tese da doutoranda Barbara Arisi

19/11/2011 14:11

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL CONVIDA PARA:

DEFESA DE TESE

“A dádiva, a sovinice e a beleza.

Economia da Cultura Matis, Vale do Javari, Amazônia”

 

Doutoranda: Bárbara Maisonnave Arisi

 

Banca Examinadora:

Prof. Dr. Oscar Calávia Saez  (UFSC-orientador)

Profa. Dra. Elsje Maria Lagrou (PPGSA/IFCS/UFRJ)

Prof.Dr.  Renato Monteiro Athias    (PPGA/UFPE)

Profa. Dra. Deise Lucy Oliveira Montardo (PPGAS/UFAM)

Prof. Dr.  Jeremy Deturche (PPGAS/UFSC)

Dr. Marcos Alexandre Santos Albuquerque (PPGAS/UFSC)

Profa. Dra. Gislene da Silva (POSJOR/UFSC – suplente)

Profa. Dra. Antonella Maria Imperatriz Tassinari (PPGAS/UFSC -suplente)

 

Dia: 21/11/2011 (segunda-feira)

 Horário: 14 horas

Local: Auditorio do Museu Universitário/UFSC

Palestra com Dr. Alex Vailati

07/11/2011 11:58
VER À DISTÂNCIA
A PRODUÇÃO AUDIOVISUAL DE JOVENS HOMENS DE UMA ÁREA
RURAL DA ÁFRICA DO SUL

Dr. Alex Vailati (UFSC-NAVI)

7 Novembro 2011 – 16.00 – sala 111 CFH

RESUMO

Esta palestra analisa a relação entre imaginação e produção audiovisual, entre um grupo de jovens
homens em KwaMashabane, uma área rural da África do Sul. Através da metodologia do vídeo
colaborativo serão analisadas as relações de poder que sustentam a produção de vídeos.
O evidente papel subalterno dos jovens locais e a análise do processo de produção revelam diferentes
níveis de hegemonia. Se a autoridade dos adultos não é ainda contestável pelos jovens, parece que
os símbolos neoliberais, imagens e narrações, estão tornando-se a maior retórica que influencia a
imaginação dos jovens.

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Antropólogo, tem doutorado em Antropologia e Etnologia pela Università degli Studi di Torino
(Itália). Desde 2005, depois de uma pesquisa sobre os refugiados políticos africanos na Itália, começou
a trabalhar na África meridional, principalmente na África do Sul (KwaZulu-Natal) e Moçambique
(Zambesia). Atualmente é pós-doutorando na Universidade Federal de Santa Catarina, onde desenvolve
uma pesquisa sobre o papel dos jovens em comunidades de pescadores da Ilha de Florianópolis (Santa
Catarina).